A forma do focinho do seu cão não afeta apenas a aparência física, mas a saúde dele também! É muito importante saber as características do tipo do seu cão, pois elas podem acarretar em limitações ou sensibilidade. O que influencia o formato do focinho é o tipo do crânio, sendo que existem 3 grandes grupos de formatos de crânios, vamos conhecê-los?

Braquicefálicos: São aqueles com o focinho mais curto! Esse grupo aparenta ter o nariz achatado, por ser consideravelmente menor do que o comprimento da cabeça. As raças mais conhecidas com essas características são: Pug, Shih tzu, Bulldog (inglês, francês, campeiro), Pequinês, Boxer e vários outros! Por possuírem o focinho curto, o crânio compacto e o sistema respiratório superior comprimido, podem ter predisposição à problemas como resultado a alguma anormalidade em seu trato respiratório. E para evitar que seu bichinho sofra, evite passeios muito longos, ofereça água durante exercícios e procure levar pra passear nas horas com temperatura mais amenas, pois eles são intolerantes ao frio e ao calor.

Mesocefálicos: São aqueles que tem o focinho com o comprimento médio, considerado o mais proporcional em relação a cabeça deles. As raças mais conhecidas com essa característica são: SRD, Golden Retriever, Beagle, Labrador e muitos outros! Esse formato de focinho não causa pré-disposição a doenças, que coisa boa, né?

Dolicocefálicos: São aqueles com o focinho mais longo! A cabeça desses cães é mais longa e estreita, com a testa mais inclinada. As raças mais conhecidas com essas características são: Airedale Terrier, Galgo (inglês, espanhol, italiano, afgano), Borzoi e outros! Por possuírem o focinho mais longo, essas raças estão um pouco mais pré dispostas a doenças como a aspergilose, e algumas pesquisas apontam que os cães dolicocefálicos têm mais chances de terem câncer nasais do que outras raças.

Lembramos que todos os cães possuem riscos de contraírem as enfermidades citadas acima, mas é preciso estar ciente das doenças que a raça do seu cão têm mais pré disposição para fazer acompanhamento e prevenção. Independentemente da raça, leve seu pet ao médico veterinário regularmente!

E aí, conseguiu identificar o tipo do focinho do seu cão? Comenta com a gente!