Nunca estamos totalmente preparados para quando acidentes ocorrem, ainda mais quando são com nossos amados pets. Na hora H, surgem muitas dúvidas do que fazer para socorrer nossos cachorros e gatos, as vezes querendo ajudar, podemos piorar a situação. Para entender mais sobre casos de emergência em pets e o que fazer, conversamos com a Dra Marília Ross, da clínica Pet Home 24h, que recebe muitos casos emergências. Confira:

 

Quais são os tipos de acidentes que mais chegam até a clínica?

 

Muitas das consultas que chegam na rotina da clínica são gastroenterite hemorrágica. Pacientes que iniciam com sangue nas fezes e sangue também no vômito. Muitas vezes os tutores demoram para levar a clínica na esperança de que a diarreia vai passar, mas em muitos caso só piora. O paciente já chega desidratado, com dores abdominais e muito apático. Qualquer sinal de diarreia e vômitos é importante ir para a clínica fazer exames para fechar diagnóstico e iniciar tratamento antes do paciente ficar debilitado.

 

Meu gato / cachorro caiu de uma grande altura ou foi atropelado. Como eu o pego para levar até a clínica?

 

Sobre quedas ou atropelamentos, sempre ir imediatamente para consulta clínica. É muito importe que se avalie o paciente, faça controle da dor e exames de raio x para começar. Para pegar o animalzinho, nunca pegar só pelos membros anteriores para erguer, dessa forma estamos desestabilizando a coluna. Passar um braço por baixo do tórax e outro por baixo do abdômen, a fim de movimentar o menos possível todo o corpo do paciente. No carro dirigir com cuidado evitando solavancos, e manter o paciente no colo evitando que se movimente.

 

Meu cachorro / gato está sangrando muito, qual a maneira correta de estancar o sangue até ele chegar à clínica?

 

Em casos de sangramentos intensos, o indicado é fazer a compressão no local com intenção de criar coágulos que diminuam o sangramento. Usar gazes limpas, ou na falta delas, ataduras ou até mesmo panos limpos. Dirigir-se a clínica mais próxima para os primeiros socorros.

 

Meu gato / cachorro está engasgando há algum tempo. É melhor eu tentar desengasgá-lo ou levá-lo direto à clínica?

 

Muitas vezes na tentativa de desengasgar o paciente em casa, existe o risco de  ocasionar lesão maior, desde lesões na mucosa ou até perfurações de esôfago. Por isso sempre se orienta encaminhar o paciente para a clínica para que seja avaliado pelo médico veterinário, que vai solicitar exames de imagem e indicar o melhor método para a remoção do corpo estranho.

 

Meu cachorro / gato se envolveu em uma briga e está com um ferimento aberto. É recomendado fazer algum tipo de limpeza ou eu devo levá-lo imediatamente à clínica?

 

Em caso de ferimentos por brigas, o tutor acredita que limpar o quanto antes seja o melhor a se fazer, não está de todo modo errado, mas antes de lavar a ferida e movimentar o paciente, precisa ser aplicado medicações para controle da dor, afinal qualquer manipulação para a lavagem e limpeza de feridas dói bastante. Então sempre em casos assim procurar a clínica veterinária que vai fazer um protocolo analgésicos de qualidade e limpar a ferida sem provocar mais dores desnecessárias.

 

Meu cão / gato está com o olho fechado, não consegue abrir. Tento abrir e fazer limpeza?

 

Geralmente pacientes com o olho fechado estão com dor por alguma lesão ou trauma ocular. O globo ocular é muito sensível, por isso contraindicados totalmente o tutor tentar abrir o olho do paciente em casa, pois pode agravar a lesão. Levar a uma consulta clínica é o indicado. O veterinário vai usar colírio anestésico para facilitar o exame clínico e poder fazer o diagnóstico. Úlceras de córnea são vistas com frequência na rotina clínica veterinária, e geralmente os pacientes chegam com o olhinho mais fechado por dor. O tratamento é na maioria das vezes com colírios associados ao uso do colar elizabetano, que evita que o paciente esfregue o olhinho e aumente a lesão.

 

Meu cachorro / gato vomitou. Posso dar a ele algum medicamento? Isso é algo normal ou devo levá-lo à clínica?

 

Nunca deve-se medicar os animais em casa sem orientação do médico veterinário. Vômitos estão associados a muitas doenças, como gastrites, corpo estranho, mega esôfago, dentre outras. O paciente precisa passar pela avaliação do médico veterinário, este fará muitas perguntas na consulta para chegar a um diagnóstico e melhor tratamento.

 

Meu cachorro / gato está mancando, isso é normal ou devo levá-lo à clínica?

 

Mancar não é normal. Pacientes geralmente têm esse sinal em decorrência de dor. É importante levar o paciente até a clínica para consulta. Cabe ao médico veterinário fazer os exames necessários para achar o foco do problema e fazer a indicação do melhor tratamento, seja cirúrgico ou apenas medicamentoso.

 

Meu cachorro / gato está com carrapato, é seguro eu removê-los?

 

Carrapatos são transmissores de doença, além de provar anemias graves, pois se alimentam do sangue do seu hospedeiro. É importante manter sempre o antipulgas e carrapaticidas em dia. Caso aconteça do paciente entrar em contato, ou estar com muitos carrapatos, o indicado é fazer a administração de medicações que eliminem os parasitas. Geralmente eles caem sozinhos após a administração do produto, porém se o tutor optar por tirar os que não caíram por estarem mais presos, isso deve ser feito com algodão embebido em álcool, isso faz com que o parasita se desprenda e não corremos o risco de não conseguir tirar inteiro. Sempre usar luvas para não entrar em contato com o parasita. Após retirá-los, é indicado colocá-los em um recipiente com álcool e tampa. Em alguns minutos eles morrerão.



Então pessoal, agora vocês sabem quais são as melhores condutas para se tomar quando seu pet se acidentou! Ficou com mais alguma dúvida? Manda para a gente! :)