O Carnaval é uma das comemorações mais esperadas do ano e quem gosta da folia e aproveita para fantasiar ou usar algum adereço carnavalesco no seu cão ou gato, deve ter cuidados redobrados! 

Veja abaixo algumas dicas para aproveitar a festa mais animada do ano com o seu animal de estimação em segurança! 

  • Fantasias e Acessórios

Plumas, brilhos, purpurinas e fantasias… é o Carnaval está chegando e quem é mamãe ou papai de pets, também precisa estar por dentro do que pode usar no seu melhor amigo sem prejudicar a sua saúde. 

São muitas opções no mercado, então vamos te dar algumas dicas para que você reflita se realmente a sua escolha não afetará no comportamento nem na saúde do seu cachorro ou gato, vamos lá? 

Primeira coisa que você deve observar é o peso dos acessórios e fantasias. Se você é do time que gosta de caracterizar o seu pet com algum adereço carnavalesco, opte por adereços leves, que não tapem os olhos, não dificultem os movimentos para não cansar o seu amigo nem o aperte. Vista o cachorrinho ou gatinho e observe como ele se movimenta. Se notar que ele está imóvel ou demonstrando desconforto, tire a fantasia ou acessório e não insista. 

Outro fator a ser analisado é o comportamento dele quando ele está usando algum adereço. Veja se ele não está tentando tirar ou destruir, esse é um sinal de que ele está incomodado. O pensamento deve ser o mesmo que para nós, humanos temos ao escolher uma roupa ou acessório que atrapalha a movimentação. O animal tem outras formas de demonstrar, então fique atento aos seus sinais.

Cuidado! Peças que se soltam com facilidade, como botões e laços podem ser engolidos pelos pets e causar um acidente. 

Brilhos e purpurinas, pode? 

Geralmente são em pó, então pode impregnar no pelo e na pele do seu pet. Além de serem difíceis de tirar, podem acabar caindo nos olhos e provocar irritações. Ou seja, não são produtos adequados para cães e gatos. 

Também vale lembrar que tingir o pelo do animal não é recomendado pelos médicos veterinários, pois pode causar alergias e dependendo do produto que você usar, até mesmo intoxicação grave. Existem tintas apropriadas para animais. Elas são antitóxicas, não agridem a pele do pet e duram cerca de três lavagens. Mas antes de adquirir, pesquise bem sobre o produto e fabricante.

Os pets são muito sensíveis, lembre-se disso.

Adereços de Carnaval são fofos, mas mais fofo ainda é ter o seu melhor amigo confortável. 

Dica extra!

  • Você é do time que pula Carnaval? 

Então você tem duas opções: deixar seu pet em casa ou levá-lo com você. Os cuidados com seu pet para essas situações são bem diferentes.

Muito importante! Pense: O seu pet gosta de folia? Você acha que ele lidaria bem com os bloquinhos de rua? 

Se o seu pet for mais tranquilo, calminho, bem provável que ele se assuste e fique desconfortável no meio da multidão. Precisamos alertar que há casos mais sérios, onde o pet pode ter uma reação negativa ou até mesmo ficar com tanto medo que consiga fugir. Então só leve o seu pet se ele tiver o perfil sociável e acostumado com bastante movimentação, apesar de não ser a melhor opção. 

Se mesmo assim esse for o perfil do seu pet e você quiser levá-lo no bloquinho, veja algumas dicas:

1 – Identificá-lo - o item mais importante!

No meio de tanta gente, não é difícil nos desencontrarmos dos amigos, não é mesmo? Imagine seu peludo. Se ele já tem uma coleira com o nome dele, maravilha, mas tão importante quanto o nome dele, é você colocar os seus próprios dados pessoais como nome, telefone e suas redes sociais (SIM! Hoje em dia ela tem muito poder de disseminar informações para milhares de pessoas). 

2 - Temperatura e Hidratação

Carnaval é sempre calor. Evite expor seu peludo ao sol entre às 10h e 16h. Esse é o período do dia em que o sol está mais quente, eles podem queimar as patinhas. 

Independente da programação, leve uma garrafinha de água fresca e ofereça a ele com frequência. Molhar a barriga e as patas também ajudam a refrescar.

No caso de cães, evite focinheiras fechadas, pois eles tendem a ficar de boca aberta no calor. 

3 - Cuidado com o som alto

A audição dos pets é muito apurada. Estudos mostram que os cães são capazes de escutar barulhos a uma distância até quatro vezes maior do que nós conseguimos ouvir. Por isso, o som que pode não estar muito alto para nós, pode estar insuportavelmente alto para eles. Evite que o animal fique muito próximo às caixas de som, afinal, o que não falta é música no período de Carnaval.

Gostaram das dicas? Compartilhe com quem tem pet!

Desejamos um ótimo Carnaval <3