Raça rústica, voltada para o trabalho pesado no campo, o Buldogue Campeiro ainda é um excelente cão de guarda e é muito fiel aos donos.

Características físicas

Cão de porte médio e constituição robusta, o Buldogue Campeiro possui membros vigorosos e ossos sólidos. Sua altura (na cernelha) pode variar entre 48 e 58 cm. E o peso ideal dos machos varia entre 35 a 45 kg e das fêmeas, entre 30 e 40 kg. A pelagem é curta e lisa, com textura média – nem muito áspera e nem muito macia – podendo apresentar diversas cores.

Personalidade

O Buldogue Campeiro é um cão rústico e versátil, dotado de espírito de luta. Muito fiéis e sociáveis, adoram a companhia de seus donos e costumam se dar muito bem com crianças. No entanto, podem sentir ciúmes e desconfiança diante de estranhos e outros cachorros. Ele é um cão que exige exclusividade.

Também é um ótimo cão de guarda, pois é corajoso e tem uma aparência intimidadora, além de latir somente quando é necessário, sem fazer tanto alarde quanto outras raças que latem por qualquer coisa.

Saúde da raça e cuidados

Por ser um cão rústico, ele não apresenta muitos problemas de saúde. Porém, alguns indivíduos podem apresentar rugas em excesso na pele, que se não forem bem cuidadas acabam apresentando barbelas (dobras de pele sob o pescoço) e dermatites sérias. Por isso, é importante que haja sempre a verificação e limpeza da pele do cão. A pele solta também pode causar outro problema indesejável: prejudica a mordedura e faz com que o cão babe muito.

Doenças freqüentes em cães do grupo Molosso, como a displasia coxo-femural e a sarna demodécica, são menos comuns nos Buldogues Campeiros. E raramente apresentam problemas nas articulações. A presença de tumores e câncer nesta raça também é menos freqüente. Exercícios físicos diários também são recomendados. O Buldogue Campeiro, além da resistência que possui, consegue respirar muito bem, e, desta forma, pode ser um bom companheiro para corridas, caminhadas e trilhas.