As festas de Ano Novo são momentos esperados durante todo o ano. Família e amigos reunidos, clima de celebração e alegria. Mas quem tem um animalzinho de estimação sabe como pode ser estressante, devido à queima de fogos de artifício e o estresse que isso causa aos pets.

Sabemos que os cães e gatos, de forma geral, têm uma audição mais aguçada e sensível que o ser humano. O que para nós pode ser um barulhinho insignificante, para o animalzinho pode representar um perigo em potencial. Uma situação bastante desesperadora, já que a audição deles chega a ser quatro vezes mais sensível que a nossa. Uma queima de fogos pode representar um verdadeiro bombardeio para eles.

Entre os sinais que você pode observar no comportamento do seu pet de que alguma coisa está errada são: salivação excessiva, batimento cardíaco acelerado, respiração ofegante, colocar as orelhas para trás e procurar se esconder em lugares escuros (medo), vômitos e até mesmo convulsões.

Já que não podemos impedir a comemoração da virada do ano com a queima de fogos, separamos algumas dicas para manter o seu animalzinho seguro na virada do ano!

- Mostre ao seu amiguinho que os barulhos não são perigosos. Uma boa ideia pode ser expor o seu pet aos poucos ao barulho da queima de fogos e foguetes reproduzindo vídeos no Youtube, por exemplo, para que ele não seja pego de surpresa e vá associando o barulho a petiscos e coisas legais. No primeiro dia, coloque como volume mais baixo e depois vá aumentando, gradativamente. A eficácia do método depende bastante de cada animal, mas pode ser uma boa alternativa. 

- Tente deixá-lo onde os estouros não são tão ouvidos. 

- Certifique-se de que os acessos da casa estejam fechados no momento da virada para evitar uma fuga repentina. Quando o cão está assustado, ele fica incontrolável, então evite essa possibilidade

- Você pode colocar um pedacinho de algodão no ouvido do seu pet. Isso irá diminuir a intensidade do som e ele não ficará tão assustado no momento da queima de fogos. 

- Uma outra técnica, desenvolvida pela treinadora de animais Linda Tellington-Jones, é atar o seu cãozinho com um tecido firme e macio. A técnica, dizem especialistas, estimula a circulação sanguínea do animal, amenizando tensões e diminuindo a irritabilidade. A faixa de tecido deve passar pelo peito e o torso e nó deve ser feito na região da coluna. Estar atado também pode proporcionar uma sensação de segurança ao animal, que fica menos irritadiço. 

Confira o passo a passo nesse vídeo

Esperamos que essas dicas ajudem você e o seu melhor amigo a ter uma virada de ano tranquila. A equipe da Nofaro deseja um ótimo Ano Novo para sua família!