Nós mamães e papais de pet amamos nossos filhos peludos e queremos sempre compartilhar nossas experiências com eles. Porém, precisamos lembrar que nossos cães possuem sistemas digestivos muito diferente dos nossos. Por isso, principalmente em época de Páscoa, é muito importante que você saiba que cachorros não podem ingerir chocolate!

Para entender mais sobre o assunto, convidamos a Dra. Alessandra Klaus, médica veterinária conveniada da Nofaro, para responder algumas perguntas sobre chocolate e cachorros. Confira:

Por que cães não podem comer chocolates?

Os chocolates possuem na sua constituição substâncias metilxantinas, a teobromina e a cafeína. A teobromina é a causadora de intoxicação nos cães, principalmente por ser estimulante cardíaca.

Quanto mais escuro for o chocolate, mais teobromina. Isso significa que há uma maior possibilidade de ocorrer a intoxicação. Sendo assim, o chocolate amargo é o que oferece maior risco, pois possui um teor mais elevado de teobromina.

O que pode acontecer se meu cão ingerir chocolate?

A teobromina é estimulante cardíaca, provoca grande estímulo cerebral e aumento do trabalho muscular cardíaco, podendo resultar em arritmias significativas.

Dentre os sinais clínicos mais brandos podemos observar:

  • Vômito

  • Diarreia

  • Náusea

  • Sede excessiva

  • Aumento do volume de urina, geralmente ocorrendo dentro de 6 a 12 horas após a ingestão.

Em casos mais graves pode surgir:

  • Irritabilidade

  • Desidratação

  • Hiperatividade

  • Alteração dos batimentos cardíacos

  • Aceleração do ritmo respiratório e cardíaco

  • Hemorragias internas

  • Incoordenação motora

  • Tremores

  • Convulsões

  • Aumento da pressão arterial

  • Aumento da temperatura corporal

  • Coma, podendo chegar a morte.

É importante destacar que o grau de intoxicação depende da quantidade ingerida, do tamanho do animal, e da quantidade de teobromina presente no chocolate. Chocolates brancos e chocolates feitos à base de leite contêm menor teor de teobromina do que os mais escuros, como os amargos e meio-amargos.

O que fazer se meu cão ingerir chocolate?  

Levar imediatamente o animal para atendimento veterinário. O tratamento irá ser feito conforme os sinais clínicos que o paciente apresenta e também irá variar a partir do tempo de ingestão do alimento.

Dra o que você acha dos “chocolates para cachorros” disponíveis no mercado?

"Eu não indico produtos industrializados quando falamos de petiscos. Para meus clientes que gostam de oferecer alguma coisa, sempre indico algo natural como frutas e alguns legumes." (Para saber quais frutas e legumes você pode dar ao seu pet, confira o vídeo da Nofaro sobre Alimentação Humana para Cachorros).

E aí pessoal gostaram? Comente aqui embaixo para a gente saber a sua opinião :)