Quem já teve um filhote de cachorro em casa ou apartamento sabe que as primeiras noites podem ser bem estressantes, tanto para ele quanto para o dono (sem falar nos vizinhos). Por isso, temos algumas dicas importantes para que vocês passem por este período.

1. O reconhecimento do local: Ele precisa se adaptar à família e ao espaço. Portanto, Deise seu cachorro ter mais acesso à casa, por meio de uma coleira e guia, para conhecê-la. Fique atento a segurança dele, pois podemos ter locais que não devem tão explorados

2. A ida ao banheiro:O local escolhido para seu pet fazer suas necessidades fisiológicas deve ser de fácil acesso e limpo. Para aumentar as chances de acertos no início, cubra uma área grande com jornal. Diminua-a gradativamente. O animal deve ser recompensado com carinho ou petiscos toda vez que fizer suas necessidades no local correto. Se errar, não dê bronca ou bata, porque pode entender que o errado é fazer xixi e cocô. Vale lembrar que, assim como um bebê, os filhotes não conseguem segurar a vontade até chegar ao banheiro. 

3. Hora do sono: É interessante deixar o cão dormir dentro de casa nas primeiras noites. O filhote geralmente chora por medo e insegurança quando ainda não conhece sua residência.  A dica é transmitir segurança a ele. Deixe-o com uma peça de pano com o cheiro de seus irmãozinhos, coloque música baixa ou um relógio que faça tique-taque por perto e deixe brinquedos à sua disposição. Antes de deixá-lo sozinho para dormir, fique por algum tempo com ele. Os cães vivem em grupos e precisam de companhia.



4. Mantenha-se firme: Se ele chorar, mesmo depois de você ter seguido todas as recomendações para tranquilizá-lo durante a noite, não vá até onde está. Caso o atenda sempre, o filhote vai usar o choro como tática para mantê-lo por perto.

5. Recompensas: Procure não xingar ou ser agressivo com seu filhote quando ele começar a chorar ou latir. Existe uma forma de fazê-lo obedecer que é bem mais eficaz. Quando o seu melhor amigo faz o que é esperado, deve receber uma recompensa, como carinho ou petiscos, porém faça do jeito correto. Dar petiscos a todo momento é uma forma de mimar o filhote, o que pode causar distúrbios comportamentais. Observe o momento oportuno de recompensá-lo, como quando atende a um pedido seu.

6. Crie uma rotina: Passeios, hora das refeições e brincadeiras faz parte da rotina dos pets. Crie uma que fique bom para você e para ele.